Cantos das Cidades 10 – Aquela Mulher (PB)

João Pessoa

João Pessoa é a capital mais próxima de Natal, não só na geografia, mas também na maneira de ser das pessoas e em suas características gerais. Por isso queria escrever um conto especial para a cidade. Quando decidia se o melhor seria homenagear Zé Ramalho ou a banda “Pau de dá em doido” (in memorian), me deparei com um problema bom de resolver: O “Raimundos”, um grupo de Rock moleque que marcou minha adolescência estava prestes a ficar de fora da coletânea e isso não poderia acontecer.

Esse fato imperdoável ocorreria porque os contos passados em Brasília, cidade de origem da banda, já haviam sido escritos baseados em canções do “Bois de Gerião”, “Legião Urbana” e “Móveis Coloniais de Acaju”. Brasília e Natal serão as únicas cidades do livro que serão homenageadas com 3 contos cada, mas isso eu explico outro dia.

Bem, voltando a JP, eu decidi escolher uma música dos “Raimundos”, aproveitando-me de sua ascendência paraibana e situar em João Pessoa. A eleita foi “Cintura Fina”, canção, digamos assim, romântica do primeiro trabalho da banda (na época se chamava CD) e que narra a história de uma cara que se apaixona por uma mulher muito feia, mas que é uma especialista na arte do amor (boa de cama pra c******). Os versos “Aquela mulher/ que tem a cintura fina/ quero me casar com ela” estarão sempre na memória de qualquer roqueiro brazuca que tenha vivido bem os anos 90.

Raimundos, feios de cara, bons sujeitos no fundo.

O conto fala de Rodolfo (Ooooh!) um paraibano de nascimento que é jornalista em Brasília e vai passar o período junino na terra natal. Lá, ele conhece Genoveva e o resto do conto (epistolar internético) só vocês lendo.

Já posto um trechinho aqui pra sentirem o clima:

“…Como pode num mesmo mundo existir a Aline Morais e a Genoveva? Ah, esqueci de dizer, o nome dela é Genoveva. Mas disse que eu posso chamá-la simplesmente de Gê. Ainda bem!

Marcamos de nos encontrar no Jacaré uma hora antes do pôr do sol e, quando ela chegou, percebi que não poderia ter escolhido melhor o horário, pois logo iria escurecer e ela não ficava nada bem à luz do dia. Decidi que, naquela noite subiria de patamar: nada de cerveja, tinha que beber alguma cachaça artesanal de Areia.

Felizmente ela tentou disfarçar sua feiúra por meio de artifícios aplicados com a desenvoltura que só anos e anos de escassa formosura e uma longa experiência como catrevagem profissional poderiam conferir-lhe. Seu vestido, por exemplo, estava mais para uma aberração da baixa costura, de tal forma chamativo que só se levei o primeiro susto ante o vislumbre de seu rosto uns bons 5 minutos depois de sua chegada. Seu rosto, aliás, estava coberto por uns bons 10 centímetros de pesada maquiagem, uma massa de blush que muito me fez lembrar os palhaços do Circo Garcia. Ah, mas pra compensar, ela tinha um belo sorriso do ponto de vista odontológico residual. Quero dizer: os 4 dentes que heroicamente resistem em sua boca parecem estar em perfeita ordem e livres de caríes ou demais enfermidades bucais…”

Pôr do sol em JP, foto do blogueiro Fred Matos

 

Quem me ajudou a dar ao conto uma autenticidade paraibana foi meu amigo de longa data natalense honorário, pois morou aqui muitos anos, Jeder Morais, que hoje trabalha como assessor de imprensa num escitório que eu não sei o nome. Vou ficar devendo uma foto do meu amigo, mas acho que pro bem de vocês, queridos leitores. É que o Jeder é mais feio que a doidinha do conto.

“Aquela Mulher” é o 9º conto concluído para o livro “Cantos das Cidades”. Minha peregrinação continua, dessa vez rumo a Maceió e, em seguida, Fortaleza. Vem mais histórias divertidas por aí.

Tags: , , , ,

2 Respostas to “Cantos das Cidades 10 – Aquela Mulher (PB)”

  1. Carolina Says:

    Adorei … eheheh

  2. Lima Joe Albu Says:

    O pior que ficou um “clima” de expectativa… Parece bem interessante o conto (kkkk).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: