Coluna da Digi # 48 – Top 5 2008 – Literatura

Coluna da Diginet, publicada em 17 de dezembro de 2008.

Boa leitura. 🙂

***

Top 5 2008 Literatura

Edson Cruz, jornalista e escritor, responsável pelo sítio de internet “Cronópios” me pediu para responder às seguintes questões “Quais os 3 melhores livros que você leu este ano e por que?” Aproveito as respostas que estou enviando para ele, amplio um pouco o número para 5 em referência ao protagonista do livro livro “Alta Fidelidade”, do inglês Nick Hornby, e transformo na coluna da semana da Digi, dividindo com vocês algumas impressões literárias.

Jesus Kid, romance.
Autor: Lourenço Mutarelli.

Já fazia algum tempo que eu queria ler um livro do Lourenço Mutarelli. “O cheiro do ralo” não servia, pois já tinha visto no cinema. Então procurei pelo “Natimorto”. Não tinha na livraria. O vendedor me ofereceu o “Jesus Kid” e resolvi aceitar a sugestão. Não me arrependi. Mutarelli ganhou, não só um leitor, mas também um fã. Alguém que parte da claustrofóbica premissa de escrever sobre um escritor escrevendo sem cair na mesmice, surpreendendo e divertindo mais a cada capítulo, merece nossa atenção.

O livro conta a saga do escritor Eugênio, autor de livros de bangue-bangue, vendido em bancas de revista. Ele é contratado por dois cineastas para ficar trancado num hotel escrevendo um roteiro de um filme sobre um escritor que fica trancado num hotel escrevendo um roteiro de um filme para dois cineastas. Se a premissa já é por demais confusa e absurda, imaginem se o melhor amigo do escritor for o personagem principal dos seus livros, o caubói Jesus Kid. E se o hotel for cenário para um congesso de Pinups(!)? As situações divertidas não cessam do início ao fim do livro. Recomendo.

A ponto de explodir, contos.
Autor: Sérgio Fantini.

Conheci o autor antes de ter lido sua obra. Nessas andanças literárias Brasil afora, acabamos por nos tornar amigos. Quando soube que ele lançaria um livro com edição independente lá em BH, encomendei um exemplar. Li, gostei e encomendei 10 para presentear amigos escritores natalenses. Os contos do livro “A ponto de explodir” são de uma fluidez deliciosa. Os temas das histórias variam já que se trata de uma reunião de textos feitos para coletâneas, suplementos literários e publicações diversas. Mas todos têm um ponto em comum: a ótima qualidade, transformando o amigo Sérgio Fantini na maior surpresa de 2008.

Quem quiser encomendar um exemplar ou simplesmente aperrear o autor, o e-mail dele é: sergiofantini@gmail.com

Matadouro 5, romance.
Autor: Kurt Vonegut.

Kurt Vonegut é um escritor americano que oferece algo que nem sempre os seus compatriotas estão dispostos a compreender: entrelinhas. Ele mistura sutilezas e absurdos, alienígenas e segunda guerra mundial, viagens no tempo e crítica social. Com ironia, sarcasmo, uma lógica desconcertante, ele expõe toda a intolerância, preconceito e crueldade dos norte-americanos e, por tabela, de todos os seres humanos.

Este livro conta a história do americano Billy Pilgrim que lutou na Segunda Guerra Mundial e, um belo dia, sua mente começa a viajar no tempo, fazendo com que ele vivencie diversos momentos de sua própria vida. Um desses momentos é o bombardeio da cidade alemã de Dresden, efetuado por tropas americanas. No episódio, morreram cerca de 135 mil pessoas, o dobro de mortes decorrentes da bomba de Hiroshima. Apesar de lidar com temas densos e dignos de profunda reflexão, Vonegut consegue ser extremamente divertido, embora nos deixe algumas vezes com a sensação de estarmos rindo para não chorarmos.

Fora de órbita, contos.
Autor: Woody Allen.

Woody Allen é histérico, cínico e hilariante. Faz do absurdo, um playground inesgotável de novas possibilidades ficcionais. Este livro é mais uma prova disso. Em um dos contos deste livro, ele desvenda um perigoso esquema de tráfico de sobremesas raras como a famosa “trufa branca”, utilizando para tal todos os clichês de suspense e mistério que envolvem uma boa história de detetives. Porém, o absurdo em Woody Allen não está apenas nas premissas das histórias, mas também na forma original com que ele constrói as narrativas e as frases inacreditáveis proferidas por seus narradores: “Eu contei para minha mulher que fiquei com o olho roxo porque o universo estava em contração, e não em expansão, e na hora eu estava distraído.” Recomendo, assim como todos os anteriores do autor. Dos que eu lembro agora, tem o “Que loucura!”, “Sem plumas” e “Cuca fresca”. Leiam e tentem não morrer de rir.

Cordilheira, romance.
Autor: Daniel Galera.

Outro dia, no Solar Bela Vista, ouvi o escritor gaúcho Moacyr Scliar dizer que não há romancista pronto antes dos 40 anos. Uma regra formulada com base em sua experiência de mais de meia centena de livros. O Scliar com certeza sabe o que está dizendo, mas eu prefiro acreditar que o seu conterrâneo, Daniel Galera, é a exceção que confirma a regra. “Cordilheira” é o terceiro romance do escritor de 29 anos. Daniel vem arrebatando leitores de todas as idades no Brasil e nos vários países onde vem sendo publicado.

“Cordilheira” conta a história de Anita, escritora que teve seu romance de estréia cultuado pela crítica e público. Elogiada, admirada, ela parece ter tudo o que uma garota pode querer. Mas não. Tudo o que ela quer é ter um filho. A idéia fixa toma conta dela e a faz fugir para a Argentina, onde se envolve com tipos muito estranhos.

O livro apresenta alguns elementos recorrentes na obra de Daniel Galera, como a insegurança e a questões referentes à decisão certa a tomar. Os personagens são quase reais, sofrendo angústias cotidianas e apresentando dúvidas existenciais que bem podiam ser nossas (se é que não são). Galera tem sensibilidade de sobra e seus livros são cheios de uma humanidade autêntica. Aproveito para recomendar também os outros livros do autor: “Até o dia em que o cão morreu”, “Mãos de cavalo” e “Dentes guardados”, que pode ser baixado gratuitamente no endereço http://www.ranchocarne.org

Anúncios

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: