Coluna da Digi # 84 – Pior é na guerra.

Escrevi esse texto após assistir Valsa com Bashir. Demorei algumas semanas, talvez meses, e publiquei na coluna da Digi. foi em 26.11.2009. Republico aqui, seguindo a cronologia da retrospectativa de colunas.

Boa leitura.

***

Pior é na guerra

 

“Valsa com Bashir” é mais uma dessas pequenas obras-primas com as quais nos deparamos quando estamos distraídos. Representa o nosso lado mais desumano através da arte, demonstrando, contraditoriamente, por meio de uma produção belíssima, todo o horror de uma guerra. Está, guardadas as proporções, apresso-me em dizer, para a guerra do Líbano assim como o quadro Guernica de Picasso está para a guerra civil espanhola. Um resgitro em movimento do sofrimento, da agonia, de morte e dor.

A animação, vencedora do Globo de Ouro de melhor filme estrangeiro além de uma porção de outros prêmios pelo mundo, conta a história de alguns veteranos de guerra israelenses atormentados com as lembranças do conflito ocorrido 20 anos antes. Os homens, que se aproximam de entrar nos 40 anos, tinham entre 18 e 19 anos quando estiveram no campo de batalha. Em meio à ação, eles viram amigos tombarem ao seu lado, foram obrigados a matar cachorros para abafarem os latidos, presenciaram massacres de civis sem poderem fazer nada e sentiram a morte de muito perto.

Carregando seus traumas, cicatrizes e culpas para o resto de suas vidas, eles tentam lembrar de episódios que o sub-consciente os fez esquecer. Acreditam que, ao rememorar o ocorrido, poderão curar suas angústias de homens de meia-idade atormentados. O filme mostra delicadamente, como a cadência de uma valsa, que mesmo por trás das maiores atrocidades, existem seres humanos que não tem responsabilidade direta pelo que ocorre e que dariam tudo para não estar ali.

A trilha sonora da animação também é excelente, revelando ótimos rocks israelenses que tratam de guerra e paz. “Valsa com Bashir” é arte pura. Alterna momentos de fina delicadeza com cenas chocantes. No final que não é, nem poderia ser, feliz, fica claro para todos que numa guerra cruel, como foi a guerra de Israel contra o Líbano em 1982?, não há nem nunca haverá vencedores.

Tags: , , ,

Uma resposta to “Coluna da Digi # 84 – Pior é na guerra.”

  1. diegocesar Says:

    Fica a dica do que parece um ótimo filme. Sessão de arte na veia.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: