Archive for the ‘Blog’ Category

Oi, sumidos!

dezembro 24, 2017

Tá bom, tá bom, eu sei. Não dei o “C do cabimento” a vocês. Andei ocupado, espero que entendam. Trabalhei em uns livros aí, tive uma empresa de publicidade que acabou sendo adquirida por outra, escrevi colunas semanais para um jornal da cidade, e as finanças não ajudaram muito. Por isso, precisei me dedicar à correria de viabilizar projetos que gerassem alguma grana.

OI sumido

Mas agora, em 2018, decidi enveredar pela criação de conteúdo para Internet, tão poluída que anda pelo fluxo ininterrupto de bobagens que assolam as redes sociais. Uma das iniciativas é atualizar este espaço virtual com frequência, outra é iniciar a colaboração com o site de jornalismo SAIBA MAIS e a terceira é gravar vídeos sobre cultura, literatura e atualidades num canal de Youtube que está em gestação.

Vou atualizando vocês por aqui e cada nova peripécia concretizada será anunciada pelo Twitter @cfialho ou pelo Facebook.

Espero que gostem.

E para celebrar de vez, a nossa volta e amizade eterna, tenho a alegria de postar o clipe da música “Companheiro” do Dominó. Porque a boa MPB nunca envelhece!

 

REBOOT

dezembro 23, 2017

marvel-poster-2007

Nos quadrinhos de heróis, aquelas historinhas coloridas que a gente começou a ler quando criança, seguiu lendo adolescente com o pretexto de que havia conflitos humanos sérios por trás daquelas malhas coloridas e capas esvoaçantes e que seguimos comprando adultos, agora com a desculpa de que são narrativas históricas e encadernadas em capas duras, passando a ter outro valor como itens de colecionador, além de embasar boa parte da cine-dramaturgia da indústria pop atual, sempre há os “reboots”.

Um “reboot” é como se fosse um botão de “reset” do universo, um ponto final seguido de recomeço. É como a representação da carta da morte no Tarô que, na verdade, significa paradoxalmente renascimento, nova oportunidade, etc. O reboot é um artifício utilizado pelos roteiristas para encerrar um ciclo e começar outro do zero, arrumar toda a bagunça feita até ali, seguir em frente sem precisar olhar pra trás ou se importar com as consequências do que se fez no passado. É um indulto, um perdão, uma absolvição geral e irrestrita de quaisquer absurdos que se tenha cometido. E também uma nova e auspiciosa chance para que se possa cometer novos erros e, vá lá, acertos também. Enfim, uma folha em branco para se contar histórias originais e até requentar as histórias antigas, com detalhes alterados, melhorias aqui e ali.

Reboot é recomeço.

Foi com esse pensamento que resolvi retomar este blog, espaço virtual criado no início de 2009, com intuito de divulgar os trabalhos literários que vinha desenvolvendo na época e que acabou virando uma oportunidade de compartilhar com as pessoas todo e qualquer conteúdo que eu julgasse interessante.

Vou começar de novo, com o jogo zerado, tal qual a leitura de um livro que interrompemos no meio e que decidimos reler desde o princípio. Vamos em frente, publicar novidades, repostar conteúdos anteriores com as devidas atualizações e dar reset neste universo particular que é todo nosso!

Em breve, haverá um novo cabeçalho ali em cima, os links de sites parceiros serão atualizados e as novas postagens já se tornarão uma rotina para vocês.

Bem-vindos!

_I0A3895

A volta

fevereiro 17, 2014

A volta

Imagem

“A vida é feita de escolhas.” Quem me conhece sabe que este é um dos meus lugares comuns preferidos, ao qual sempre retorno e repito constantemente para expressar, de maneira simples e direta, os muitos dilemas que sempre surgem em nossos caminhos, como um eterno jardim borgiano de veredas que se bifurcam permanentemente.

Pois bem, nos últimos 2 anos, a vida me propôs alguns desafios bem desconcertantes. Intensifiquei as atividades da editora Jovens Escribas, lançando um número bem maior de publicações do que estava habituado. Comecei a prestar serviços para o SESC-RN na área de literatura, contribuindo com um projeto revolucionário realizado por eles chamado AÇÃO LEITURA. Foi aí que, no último dia de junho de 2012, minha mãe morreu, desencadeando toda uma série de sentimentos e obrigações inesperadas. Já em 2013, a agência de propaganda que mantinha com Arnaldo Araújo havia 5 anos, o Comitê Criativo fundiu-se com a Bora Comunicação numa negociação boa para todos que resultou numa das maiores agências da cidade. Resolvemos, então, criar uma empresa de interação. Nascia assim a Social, empresa que está sendo tocada por Andrei Gurgel. Lancei ainda 2 livros novos. Também foi em 2013 que construí uma casa para morar e que Nina e eu tivemos nossa primeira filha, Isabela.

Bem, com tantas coisas acontecendo freneticamente em minha vida, não deve ser surpreendente que eu tenha escolhido deixar de lado o blog. Aliás, precisei abandonar também as crônicas e, consequentemente, a coluna do Novo Jornal.

Entretanto, com muito trabalho, as coisas foram se acertando. A fusão das agências foi bem sucedida, as metas da Bora para 2013 foram alcançadas e 2014 promete ser o melhor ano da história da agência. A Social engrenou e deverá crescer exponencialmente nos próximos 12 meses. A AÇÃO LEITURA deverá entrar definitivamente para o calendário cultural de Natal. Meus livros foram lançados e estão distribuídos. As publicações da Jovens Escribas se manterão num ritmo acelerado pelo 4º ano consecutivo. A casa ficou pronta, a bebê está linda e saudável, Nina feliz, tudo em cima, agora que meu mundo está por fim organizado, faltavam ainda duas coisas: voltar a escrever crônicas e … atualizar este blog.

Agora, não falta mais. Estou voltando à escrita regular de textos literários e, a partir de hoje, voltarei mais uma vez a atualizar este espaço. Falarei de literatura, divulgarei lançamentos e eventos culturais, seguirei republicando cronologicamente todas as colunas do Novo Jornal, iniciarei uma série de postagens contando os 10 anos da Jovens Escribas a partir de cada livro publicado e outra contando “A verdadeira história dos Jovens Escribas”. Falarei das atividades literárias e das novidades sobre os livros em processo de elaboração. Também falarei de assuntos pessoais e, como não poderia deixar de ser, publicarei aqui minhas crônicas inéditas, uma vez que não estou mais ligado a nenhum jornal ou portal.

É isso, amigos. Sejam todos muito bem-vindos de volta. Desculpem a prolongada ausência. Temos agora, um encontro marcado aqui nesta página pessoal. Apareçam sempre.

Obrigado.

Carlos Fialho

Bombou!

maio 27, 2011

Escrevo esta postagem apenas para agradecer a todos. Na quarta-feira, este blogue teve a maior audiência de sua história. Foram mais de 1.500 acessos graças aos leitores que aqui estiveram e que espalharam nas redes sociais o teor da atualização. Dei sorte de ter feito a postagem “Micarla.com” no mesmo dia do protesto que ocorreu na frente do Midway. Pareceu até planejado, mas não foi.

As pessoas acorreram ao Fiasco e gritavam "É O PIOR BLOGUEIRO DO BRASIL!"

Escrevi o texto em casa, na noite da terça e, na quarta pela manhã, cheguei mais cedo ao trabalho para subi-la ao sítio. Só então me dei conta que seria o dia do grande protesto contra a prefeita. As pessoas foram lendo, espalhando e pronto! 1.500 acessos, passei dos 80.000 historicamente e 500 comentários aprovados. Sigo firme na luta para chegar aos 100.000 acessos e 1.000 comentários aprovados.

Por isso, dedico um muito obrigado especial para você que está me lendo agora, pois se acessou meu blogue hoje, está contribuindo com que eu alcance esta meta.

Carlos Fialho

50 mil acessos!

setembro 12, 2010

– Que massa! O blogue completou 50.000 acessos.

– Legal. E aí? Você ganha o que?

– Nada.

– Pô, então que merda, hein!

De qualquer forma, muito obrigado a todos vocês que acessaram e continuam acessando. Valeu mesmo!

Inclusive, logo aí embaixo está a foto da última confraternização dos leitores do blogue. Pena que deu pouca gente. Foi um verdadeiro Fiasco mesmo.

FÉRIAS!!!

janeiro 30, 2010

Jovens, resolvi tirar uns diazinhos de folga até depois do carnaval. Farei apenas algumas incursões laborais para publicar as crônicas do Big Bróder Natown que já se aproxima do seu final lá no portal da Digi (www.diginet.com.br).

Um abraço a todos e voltem na quinta de cinzas, pois prometo novidades novas e cousas danadas de bouas!

Atualizações

janeiro 7, 2010

Como passei muitos dias sem atualizar, vou descontar esta semana e postar mais 3 colunas da Digi na sequência. Aproveito esta breve atualização para indicar um sítio de internet muito bom, chamado “Rio Grande Melhor em Tudo”  (http://riograndemelhoremtudo.com/) no qual um gaúcho muito bem humorado fala com ironia da tendência ao ufanismo de seus conterrâneos. Vale a pena acessar. Outros endereços que trazem novidade nesta volta de feriado são os espaços virtuais de Pablo Capistrano, com duas excelentes crônicas: www.pablocapistrano.com.br e http://colunas.digi.com.br/pablo/a-invencao-da-africa/.

Recomendo fortemente!

Dia de fartura

agosto 20, 2009
"Este blogue é puro Rock'n'rooooooll!!!"

"Este blogue é puro Rock'n'rooooooll!!!"

Ontem não teve atualização neste blogue. Para compensar, vou introduzir váios posts hoje. Mas podem ficar tranquilos que prometo não machucar ninguém.

Sei lá, mil coisas!

junho 1, 2009

EQUILÍBRIO DISTANTE

Com o anúncio das cidades-sede para a Copa do Mundo de 2014, a nação se dividiu entre os “abomináveis chatos contrários ao evento” e os “ufanistas do oba-oba festivo”. Acredito que a melhor visão a respeito do que pode vir a acontecer com o país, as cidades e o evento é um meio termo entre essas duas posições antagônicas. Ambos os lados têm cometido sucessivos exageros em suas opiniões apaixonadas. Já escrevi 3 crônicas falando dos problemas e dos erros observados, mas na próxima semana (ou antes) escrevo uma coluna da Digi só falando das vantagens e benefícios que virão.

 

A FORTALEZA DOS VENCIDOS

O escritor Nei Leandro de Castro me pediu para fazer uma mini-campanha virtual para promover o seu próximo livro, “A Fortaleza dos Vencidos”, que deverá ser lançado nas próximas semanas. Vou reunir a equipe aqui da agência e criar algo, mas antes, divido com vocês a sinopse do romance feita pelo próprio Nei Leandro. Eu já fiquei doido pra ler a partir dela.

 

SINOPSE

“Carlos,

O romance, que se passa em Natal e no Rio de Janeiro,  tem tramas paralelas. De um lado, uma mulher poderosa que apresenta claros sinais de distúrbio mental. Ela vem de um casamento fracassado e tem como meta destruir o ex-marido. Além disso, apronta em muitas frentes. Do outro lado, o marido da mulher poderosa. Ele foge do casamento, vai para o Rio e se engaja na política, contra o golpe militar de 64. É preso, por delação da ex-mulher, e torturado até a morte. Na parte final do romance, a mulher tem um delírio e se vê na Fortaleza dos Reis Magos, cercada de vencidos da vida, que contam seus dramas e a julgam como num tribunal.

Em resumo, é isso aí. Se tiver dúvidas, pode perguntar.

Abraço,

Nei.”

 

A CEGA NATUREZA DO AMOR

Outro escritor que deverá lançar livro em breve é Patrício Jr. Serão 12 contos com histórias de mor para todos os gostos, cheias de imaginação e num ritmo frenético que, quem acompanha os textos de Patrício, conhece e aprova.

 

SUPERPOPULAÇÃO

Ei, alguém tem que avisar pro Joseph Blatter que o mundo tem só 6 bilhões de habitantes. Sendo assim, não seria possível que o evento de 2006 tenha tido 26 bilhões de telespectadores. A não ser que a Copa seja muito popular em outros planetas ou que a grande maioria dos torcedores mundiais sofra de múltiplas personalidades.

Cousas Divelsas

abril 16, 2009

Duas sem tirar? Hoje não vai dar. Prometi que publicaria, a partir dessa semana, duas crônicas semanais na Digi. Bem, após pensar um pouco, decidi que não vai dar. As atribuições normais do dia-a-dia, as exigências do trabalho, a correria do lançamento do meu livro, tudo isso me impede de cumprir o prometido. Por isso, desdigo o que disse e afirmo que vou me esforçar ao máximo para atualizar a coluna todas as segundas.

Deu no blogue dos caras 2 – Pablo Capistrano

dezembro 24, 2008

Pablo Capistrano – pablocapistrano.com.br

 

Pablo Capistrano escreveu um artigo sobre um golpe financeiro que andou pegando muita gente pelo mundo. Pra introduzir o assunto, ele jogou baixo. hehehe. Falou um palavrão e ainda citou meu nome. Em todo caso, o texto ficou bom.

 

Pablo, um galado, no bom sentido.

Pablo, um galado, no bom sentido.

 

Idiotia financeira.

 

Tecnicamente Bernard Madoff é um galado. Para os natalenses é fácil entender as acepções desse termo aparentemente pejorativo, que ganhou, por essas praias, conotações tão diversas. De acordo com a semântica fialhovitcheana se você diz por exemplo: “Rapaz, fulano é um galado” você pode estar tentando dizer algo do tipo: “rapaz, fulano é um cara legal”; ou mesmo que esse fulano é alguém esperto, “safo”. Alguém que consegue com seus atos e sua habilidade social (ou mesmo com sua coleção particular de presepadas mitológicas) conquistar a admiração da turma. Mas a semântica fialhovitcheana também mostra que o termo “galado” ganha uma conotação completamente diferente se, por exemplo, você ouvir alguém gritar: “Seu galado!”.

Nesse caso é melhor se abaixar, desviar o rosto porque é muito provável que alguém esteja na iminência de te dar um bofete (ou jogar um sapato na sua cara)…

Para ler o resto, acesse o www.pablocapistrano.com.br

 

Ai, meu Deus!

dezembro 15, 2008

Foi semana retrasada. Na coluna da Digi. Escrevi uma crônica cobre inícios de livros legais e incluí a Bíblia como sendo um dos 3 mais legais. Depois, Minchoni me lembrou que “A LUA VEM DA ÁSIA” do CAMPOS DE CARVALHO também tem um início antológico e eu me ressenti de não ter incluído este. Mas vamos pra frente. Como eu ia dizendo, ao citar a Bíblia num texto tão coloquial acabei atraindo a atenção de alguns extremistas religiosos que fizeram acusações de heresia e falta de respeito desmedida.

 

Eu fico impressionado com a intransigência das pessoas. Ninguém pode falar em religião, política ou futebol que logo aparecem os donos da verdade pra jogar pedra com tentativas torpes de intimidação.

 

Uma pergunta que eu sempre faço a esmo. Será que Deus não tem senso de humor? Será que Ele, sem sua magnânima e divina sabedoria não consegue rir de si mesmo vez ou outra? Enquanto vocês meditam sobre a resposta, seguem algumas dicas de sátiras e episódios bem-humorados a respeito Dele.

 

Deus é pai.

Curta de animação.

Alan Sieber, Otto Guerra e Fábio Zimbres.

 

Em 1999, 3 gaúchos malucos, hereges, materialistas e provavelmente ateus cometeram esta aberração a qualquer regra de bom senso e respeitosa convivência entre cristãos. Tornei-me fã de Alan Sieber tenho comprado todos os seus livros como bom sequelado que sou.

 

 

 

Dogma.

Filme.

Kevin Smith.

 

O católico Kevin Smith um dia resolveu perguntar: “E se Deus fosse um cara bem-humorado?” O resultado é o filme Dogma de 1999, subversivo ao extremo que causou protestos pelos Estados Unidos. Protestos esses frequentados pelo próprio diretor só pra tirar onda.

 

Cartaz do blasfêmico filme de Smith.

Cartaz do blasfêmico filme de Smith.

 

 

No sítio abaixo, uma organização chamada “Frente Universitária Lepanto” combate frontalmente o filme e, como parte de uma campanha intitulada de “Vinde Nossa Senhora de Fátima, não tardeis!”, faz um apelo para que as pessoas se pronunciem contra o filme Dogma.

http://www.lepanto.com.br/CampDogma.html

 

Vejam alguns trechos da carta:

“Caro devoto de Nossa Senhora de Fátima,  Salve Maria!   Um filme perverso contra a Igreja Católica está chegando ao Brasil. Precisamos agir enquanto é tempo para impedir que seja exibido! O alarme nos foi dado por amigos dos Estados Unidos – que promovem a campanha “America Needs Fatima“: os estúdios da Walt Disney – conhecido por suas produções cinematográficas infantis – estão lançando, através de sua filial Miramax, um filme perverso. Este filme satânico – que cinicamente se intitula “Dogma” – constitui um gravíssimo ATENTADO MORAL contra Nossa Senhora, Nosso Senhor Jesus Cristo e a Santa Igreja Católica. E o mais terrível vem agora: Os promotores dessa perversidade estão tramando o lançamento mundial do filme em vários países ao mesmo tempo…”

 

Caráleo! Os produtores, além de terem promovido um lançamento mundial, ainda o fizeram em VÁRIOS PAÍSES AO MESMO TEMPO?!!!

 

Mais um trecho:

“Ao longo do filme as mentiras e as calúnias contra a Fé se multiplicam. Assim, um autodenominado “13º apóstolo” volta para a Terra. Ele seria desconhecido dos Evangelhos por ser da raça negra. Este “apóstolo” também afirma que Jesus era negro e se divertia ouvindo os apóstolos contando histórias imorais à noite em torno do fogo… Precisamos barrar a entrada deste filme no Brasil!!!”

 

Bem, gente, eles não conseguiram barrar. O filme é facilmente encontrado em qualquer locadora. Na vídeo Laser tem, assim como toda a filmografia do Kevin Smith. A maior conclusão que tiro ao ler este sítio é que os católicos não levam muita fé em webdesigners. A página dos caras é feia de doer. Acho que vou indicar Marlos ou o pessoal da Rits pra eles.

 

 

A vida de Brian.

Filme.

Monty Python.

 

Um clássico da irreverência religiosa. A sinopse é a seguinte: Brian nasceu na manjedoura vizinha à de Jesus Cristo e passou a vida inteira sendo confundido com o messias. Impagável como só o Monty Python conseguia ser. Abaixo, tem um trecho em que os personagens cantam a música tema do filme de uma maneira como só anticristos poderiam conceber.

 

 

Deus é pai 2.

 

Pra encerrar, vocês podem ver o vídeo da parte 2 da animação de Alan Sieber.

Boa diversão e queimem no inferno, seus malditos!

 

 

 

Space Invaders

dezembro 9, 2008

Mais de 450 acessos e 40 comentários em um dia.

Que beleza!

Valeu mesmo, gente.

 

Pessoas dos dois lados da cidade se reuniram na Ponte de Todos para comemorar a minha estréia na blogosfera. Foi a maior comemoração já resgistrada em terras potiguares desde que Marina Elali ficou em terceiro lugar no Prêmio Hangar 98.

Pessoas dos dois lados da cidade se reuniram na Ponte de Todos para comemorar a minha estréia na blogosfera. Foi a maior comemoração já resgistrada em terras potiguares desde que Marina Elali ficou em terceiro lugar no Prêmio Hangar 98.

E para provar que os frequentadores deste blogue estão muito mais ligados em cultura do que em qualquer outra coisa, quero registrar que, segundo o google analytics, teve mais gente clicando no endereço do blogue Internetcidade do jornalista Paulo Celestino do que na etiqueta “Juliana Paes nua” que acompanhava o poste de ontem.

 

Vou tentar uma etiqueta mais chamativa no post de hoje para ver se eu potencializo ainda mais os acessos.

Este é o primeiro post do resto de nossas vidas!

dezembro 8, 2008

Sucumbi! Já não era sem tempo. Finalmente tenho um blog para chamar de meu. Não preciso mais sair por aí com a camisa e o boné do MSB, mendigando bytes em sites (ou sítios pra ficar mais adequado) que são verdadeiros latifúndios digitais, gritando palavras de ordem e promovendo assentamentos clandestinos em colunas de amigos.

Agora vou ficar por aqui mesmo e plantar meu conteúdo devagarzinho. Aos poucos, vou aprendendo a mexer nas ferramentas e cultivar umas crônicas, umas notas, uns aforismos, umas referências e vender o excedente para os parceiros como os sites da Diginet, o Querido Bunker, o Samba Punk, Entrerios, Plog e o Apyus.com.

A primeira vez que ouvi falar de blogs foi através de Paulo Celestino em 2001. Ele recomendou que eu pusesse um no ar para postar minhas crônicas. Preferi publicar um livro e acho que as coisas funcionaram bem desde então. E minha mãe que dizia que essa teimosia não ia me levar a lugar nenhum!

Mas você (Alô! Tem alguém aí?) deve estar se perguntando: “Por que djabo ele resolveu finalmente ter um blog?!”

Pois é. Por que?

É que eu quero deixar registrado aqui o dia-a-dia da produção dos meus próximos livros. Estou com um livro pronto que deverá sair nos próximos meses, chamado “Mano Celo – Rapper Natalensis”. E estou escrevendo outro chamado “Cantos das Cidades”.

Será que vai dar? Se der, conto aqui. Se não rolar, conto também e ainda acuso os possíveis culpados pra todo mundo ficar sabendo!

Valeu!
E até sempre.
Carlos Fialho