Posts Tagged ‘Clotilde Tavares’

Ação Potiguar de Incentivo à Leitura – Programação

outubro 6, 2011

Amigas e amigos, é com muita satisfação que anunciamos a todos vocês a realização de um antigo desejo dos Jovens Escribas. Neste mês de outubro, com a ajuda de alguns parceiros e patrocinadores, realizaremos a AÇÃO POTIGUAR DE INCENTIVO À LEITURA, evento que levará escritores a escolas, encontrar com estudantes universitários e o público em geral.

 

# ABERTURA OFICIAL – QUARTA-FEIRA – 19.10.2011 – 19h – ASSEMBLEIA LEGISLATIVA – ABERTO AO PÚBLICO 

No dia 19 de outubro, uma quarta-feira, os escritores Nei Leandro de Castro (RN) e Mario Prata (SC) estarão no Auditório Robinson Faria da Assembleia Legislativa falando sobre o prazer da leitura, seus livros, suas carreiras e fazendo o que sabem melhor: contando boas histórias. O evento é GRATUITO e ABERTO AO PÚBLICO.

 

# QUINTA-FEIRA – 20.10.2011 – 18h30 – SICILIANO DO MIDWAY – ABERTO AO PÚBLICO

Na quinta-feira, 20 de outubro, duas animadas mesas de bate-papo falam de narrativas contemporâneas brasileiras. Pablo Capistrano (RN), Patrício Jr.(RN) e Sérgio Fantini (MG), depois Joca Reinners Terron (MT) e Rafael Coutinho (SP) recebem leitores, conversam com o público, assinam seus livros em debates sobre leitura e literatura.

 

# SEXTA-FEIRA – 21.10.2011 – 18h30 – SICILIANO DO MIDWAY – ABERTO AO PÚBLICO

Na sexta-feira, 21 de outubro, às 18h30, Clotilde Tavares, Cláudia Magalhães e Ana Célia Cavalcanti conversam sobre seus livros lançados em 2011. Em seguida, será lançado o livro “Paraíso Perdido” de Cláudia Magalhães.

 

# ENCONTROS COM ESTUDANTES

De segunda à sexta (17 a 21 de outubro), nos períodos da tarde e da manhã, os autores visitarão as escolas estaduais Anísio Texeira e Castro Alves, a Escola Municipal 4º Centenário e o colégio CEI Romualdo Galvão. Também haverá palestras com Nei Leandro no curso de Letras da UnP e de Pablo Capistrano para funcionários da ALE Combustíveis.

# LANÇAMENTOS

Durante o evento, serão lançadas duas publicações de nossa editora. Na quinta-feira à tarde, Nei Leandro de Castro e Mario Prata estarão na Siciliano do Midway, assinando seus livros para leitores. Na sexta-feira, 21, o livro “Paraíso Perdido” de Cláudia Magalhães será lançado na mesma Siciliano do Midway Mall a partir das 18h30. Já no sábado, 22, às 16h, Leonardo Panço (RJ) conta a história do movimento underground carioca dos anos 1990 com o seu “Esporro”.

 

# OFICINA COM O ESCRITOR SÉRGIO FANTINI (MG)

De quarta a sexta-feira, (19 a 21 de outubro) será realizada uma oficina de leitura com o autor mineiro Sérgio Fantini. Com 40 vagas para estudantes universitários. A atividade também é GRATUITA e será realizada na UnP da Floriano Peixoto sempre das 15 às 17h. Os alunos receberão certificados e as inscrições devem ser feitas pelo e-mail jovensescribas@gmail.com . Basta enviarem o nome completo, celular para contato, e-mail pessoal, instituição onde estuda, curso e período.

 

# FESTA DE ENCERRAMENTO

No dia 22 de outubro, sábado, a partir das 16h, no Centro Cultural Dosol, Ribeira, será realizada a festa de encerramento da AÇÃO POTIGUAR DE INCENTIVO À LEITURA com o lançamento de Leonardo Panço e muita música.

 

# LIVRO PARA VOAR

Na noite de abertura na Assembleia Legislativa, bem como nos encontros com estudantes e na festa de encerramento no Dosol, a ALE levará suas estantes do projeto Livro para Voar, transformando estes locais em pontos de libertação e recolhimento de livros. Para saber mais sobre o projeto, acesse www.livroparavoar.com.br

 

# REDES SOCIAIS

As redes sociais serão uma grande plataforma de divulgação do evento, bem como de distribuição de brindes e promoções especiais. Sigam o perfil @jovens_escribas no Twitter e curtam a fanpage /jovensescribas no Facebook. Também sigam os perfis de nossos patrocinadores. A Cabo Telecom, ALE Combustíveis, CEI Romualdo Galvão e Assembleia Legislativa estarão cheias de novidades bacanas relacionadas ao evento.

 

# PÚBLICO

Nos 6 dias de evento, a AÇÃO POTIGUAR DE INCENTIVO À LEITURA deverá atingir um público de mais de 3.000 pessoas, na sua grande maioria estudantes, mas também qualquer pessoa interessada em leitura e em ter um contato mais próximo com alguns dos melhores autores atuais.

Ação Potiguar de Incentivo à Leitura – uma inciativa dos Jovens Escribas

setembro 22, 2011

Jovens Escribas – Lançamento de “O Verso e o Briefing” – Imagens

setembro 9, 2011

 

Clotilde Tavares autografa o livro bonitão com capa e diagramação de Danilo Medeiros.

 

Ana Morena, Clotilde e Rômulo Tavares. Família que faz arte unida, permanece unida.

 

Eu, Clotilde e Patrício.

 

Jão, Rayssa e Clotilde

O homem por trás dos renomados Óculos Volpini: Hélber.

 

Carlos e Nina Fialho, lindinhos. S2

 

Quitéria e Charlote pretigiam Clotilde.

Só os caras: Adriano de Sousa, Carlos Fialho, Lucílio Barbosa, Patrício Jr. e Rômulo Tavares (o enviado).

 

O making of da foto anterior.

 

Eu, Nina, Patrício e Quitéria.

 

Vicente Vitoriano e Maria Nunes. Só tinha gente bonita.

 

O ex-prefeito Carlos Eduardo. Só tinha gente importante.

 

Lucílio e Liane. Só tinha gente bacana.

 

Thiago Lajus e Dimetrius Ferreira tietam Vicente Vitoriano e Carlos Fialho. Só tinha gente mazela.

Lançamento “O Verso e o Briefing” de Clotilde Tavares – Convites

agosto 23, 2011

Nesta quinta-feira, 25 de agosto, os Jovens Escribas estarão lançando o mais novo livro da escritora Clotilde Tavares. A nosso pedido, a autora preparou alguns versos, convidando leitores, familiares e amigos para a noite de lançamento. Publico os anúncios logo abaixo:

 

 

E quem quiser conhecer um pouco mais sobre Clotilde, vejam que belo perfil foi feito por Margot em sua revista televisiva Cores e Nomes. Cliquem no vídeo abaixo para assistir:

Clotilde Tavares com saudade de Natal

maio 15, 2009

A postagem de hoje foi retirada da coluna da Diginet de Clotilde Tavares. Um belíssimo texto de saudade. Gostei muito.

Encontro na capital paraibana em 2007

Encontro na capital paraibana em 2007

Saudade de Natal!

Abro a minha caixa de e-mails e começo a ver nos blogs e nas listas as novidades dessa cidade impossível, dessa cidade querida, dessa cidade onde vivi trinta e cinco anos da minha vida, criei filhos e onde estão sendo criados os meus netos.

Da última vez que estive aí, em fevereiro, Cassiano Lamartine me levou para almoçar no Mazzano. Quando descemos do carro, que eu olhei o Morro do Careca e o mar azul de Ponta Negra bem ali, fiquei feito uma besta, chorando de saudade.

Flávio Freitas me manda por e-mail sua última tela, e eu sinto saudades.

Carlos Fialho lança seu novo livro, numa festa de arromba, e eu fico sabendo das notícias, mas não, eu não estava lá. E me dá saudade.

Saudade de Natal, onde os amigos me beijam e onde eu beijo com carinho a careca de Leo Sodré, e sinto que todos continuam morando no meu coração parahybano, mesmo eu estando tão longe.

Abro um site e vejo uma foto de Nei Leandro de Castro, meu Ojuara querido, num sarau da Aliança Francesa, tão sério que me dá vontade de virar de novo Clotilde Alicate e ir fazer umas graças somente pra ele tirar aquela máscara de intelectual e dar umas boas gaitadas.

E por falar em Aliança Francesa lembro da minha amiga Elvirinha, mais que amiga, minha irmã, blessed be.

Ai, que saudade de ir lá no Dr. Scholl da Engenheiro Roberto Freire e fazer meu pé com Paulo, com suas mãos de ébano, deixando meu pé novinho em folha, como no dia em que eu nasci.

Saudade de comer spaghetti alla vodca no Pizza Pazza e escutar as conversas de Valter, que me fala da sua Itália Natal, de Udine, das cidades estreladas, star-shaped cities, lindas de se olhar de cima.

Saudade de Henrique Fontes e das nossas conversas sobre todas as impossibilidades teatrais que nos cercam, e das nossas lutas frustradas em busca do sindicato da categoria que não vingou porque uma andorinha só não faz verão, mesmo que essa andorinha se chame Clotilde Tavares, acompanhada pelo andorinhão Henrique Fontes.

Saudade também do meu eterno partner Marcos Bulhões, sempre atrasado ou ausente nos encontros, sempre em tumulto, sempre metido em algum fight com alguém ou algo.

Saudade da minha família, tanto a família de sangue como a família de afinidade: dos meus meninos Rômulo e Ana Morena, do meu genro Anderson Foca, dos meus netos Isabela e Marcelo, do meu afilhado Vinicius, das minhas noras Viviane e Telma, de Lucidete e Freitas, de Luciana e Thiago, de Ricardo e Andrezza, Evandro e Paulinha, e meus bichos, Tupiara, Irlanda e Teobaldo.

Saudade de zanzar pelos shoppings, olhando as vitrines, comendo besteira, remexendo horas nas estantes das livrarias, saudade de Ronaldo & Rose, e também de Cícero & Aldair, que deixaram os livros mas continuam sendo uma das referências literárias do meu coração.

Saudade de pegar o carro num domingo à tarde e rever todos aqueles lugares que gosto, num passeio preguiçoso pelas ruas calmas, numa hora em que todo mundo está na praia ou sei lá onde, de ver meus lugares prediletos antes que a marreta do progresso os ponha abaixo, como já fez com tantos.

Cada esquina uma história: aqui eu fiz isso, ali me aconteceu aquilo, acolá eu morei e fui feliz, adiante foi horrível, lembra? Clotilde. Lembro, lembro de tudo de tudinho, de cada momento, bom ou ruim, de cada alegria, de cada bobeira, de cada pessoa, do sabor de cada boca, do perfume de cada noite enluarada.

Saudade, saudade, saudade.

Ô cidade impossível, que me faz ficar troncha de saudade, com as pestanas salgadas e úmidas.

Será que um dia vou voltar?

 

Clotilde Tavares
João Pessoa – PB
Umas & Outras – http://clotildetavares.wordpress.com
Twitter –
http://twitter.com/ClotildeTavares
Colunas do Correio da Paraíba
http://umaseoutrasnocorreio.blogspot.com
Fotoshttp://www.flickr.com/photos/clotildetavares
Colunas no Portal Diginethttp://colunas.digi.com.br/author/clotilde/
O Clã Santa Cruzhttp://www.clotildetavares.com.br/genealogia