Posts Tagged ‘Nos blogues dos caras’

Coluna do Novo Jornal – 009 – O nome de Deus – 23.10.2010

julho 8, 2011

Crônica publicada no Novo Jornal em 23 de outubro de 2010.

Leiam, reflitam, divirtam-se!

***

O nome de Deus

Meu Deus, o Senhor não sabe. Ou melhor, até sabe sim, né? O Senhor é onipresente, onisciente, Todo Poderoso e tal e coisa. Sei, sei. Mas olha só o que andam aprontando aqui em Vosso reino. É melhor eu vos tratar assim, né?: por meio do pronome vós. É que vós sois 3 em 1, né? Lá no Colégio das Neves me ensinaram isso. Disseram também que o aborto é um crime de lesa-humanidade, que fazer sexo antes do casamento é pecado, que o matrimônio é um sacramento indissolúvel, que o homossexualismo é uma aberração e que o Senhor é misericordioso, mas ai de nós se aprontássemos alguma.

Um dos mandamentos que me ensinaram no colégio, Senhor, foi que não devemos usar o Vosso nome em vão. Embora, eu nunca tenha sabido direito o que danado isso significava. Quando é que se justifica que a gente diga o Vosso nome? E o que exatamente caracteriza uma pronúncia vã? Na boa, Senhor, tenho um apreço todo especial pela Vossa capacidade de síntese, mas acho que 10 mandamentos são insuficientes para gerir o universo inteiro, sabeis? Conheço empresas muito menores que criam manuais de conduta extensos e detalhados. Taí uma ideia pra o Senhor estudar na próxima reunião do conselho celestial: os 10 mandamentos poderiam vir com um manual de instruções. E nem venhais me dizer que esse manual já existe, porque a Bíblia não é manual coisíssima nenhuma. A Bíblia é literatura. Aliás, parabéns! Gosto muito da forma como o Senhor escrevestes. O Velho Testamento com todas aquelas histórias hebraicas e mitologias. Aí, lá pelo meio do livro, como só os grandes autores podem conceber, ocorre uma reviravolta daquelas. Surge Jesus, O Cara!, e muda tudo. O final também é bem impactante. Gosto da versão do Saramago, mas confesso que a original feita por Vós e adaptada pra telona pelo Mel Gibson é bem melhor.

Mas vamos pra frente, apesar de gostar da Bíblia e reconhecer todo o Vosso talento e versatilidade literária, eu ainda acho que os 10 mandamentos poderiam vir com um livro explicativo, tipo manual mesmo, dessas auto-ajudas corporativas, sabeis? Porque assim, poderiam ficar mais claras algumas questões como essa de “Não usar o nome de Deus em vão.” Pode parecer algo sem importância, mas eu conheço muita gente que acredita realmente que vai pro inferno porque vive exclamando “Ai, meu Deus!” por aí. Então, é isso. Fica a dica.

No entanto, posso afirmar sem medo de errar, Senhor, que nessa campanha eleitoral para presidente da República Federativa do Brasil, o pessoal anda abusando. Finalmente, compreendi sem a ajuda de nenhum manual, o que significa “usar o nome de Deus em vão”. O Senhor não andais com Vossas orelhas divinas queimando não? Pois é. São eles: os candidatos e militantes andam banalizando o Vosso nome. O Serra deu pra dizer que conta com Vosso apoio. Foi a forma que ele encontrou de neutralizar o apoio do Lula à Dilma. O Lula, aliás, anda se comportando com certa soberba, Senhor. Houve momentos no primeiro turno que dava a impressão que ele achava que era o Senhor. Mais um pouquinho e ele ia acabar pensando que era o Fernando Henrique.

Pois bem, pelo que eu estou entendendo do horário eleitoral, o Lula pensa que é o Senhor e apoia a Dilma. Já o Serra, diz que conta com Vosso voto e tem como principal proposta proibir o aborto. Ou algo do tipo, pois de outra coisa ele não fala. Ele foi ministro da saúde, sabe que essa é uma questão de saúde pública, que deve ser discutida fora dos méritos religiosos, que essa história de ficar citando o Senhor toda hora, além de configurar o uso vão do Vosso nome é também uma temeridade para a sociedade, além de um precedente perigoso. Porém, nada disso parece importar. Quando se quer ganhar, vale de tudo. Lembra quando o Lúcifer tentou armar pra cima do Senhor, dar o golpe e acabou expulso do Céu com seus simpatizantes? Eles fundaram um partido dissidente, chamaram de Inferno e vem até se popularizando nos últimos anos, mais até que o MST, talvez. Então, na política aqui da terra é igualzinho. Uma trairagem só.

E olheis bem, Senhor. Se ao menos o nosso país tivesse uma boa educação, escolas descentes, hospitais que funcionassem, instituições que suprissem as necessidades mais básicas da população, até que poderíamos ter o aborto como tema principal de uma campanha presidencial. Mas não é o caso. Levaram a discussão para as sacristias e querem seguir ao pé da letra aquela sua fala de “crescei e multiplicai-vos”. Aí, quando um monte de crianças nascerem contra a vontade dos pais, não vão encontrar escola, nem saúde, nem comida. Só vão ter violência e cachimbos de crack a vontade. Isso sem falar que os mesmos que se indignam com a descriminação do aborto, alegando o direito à vida, recorrendo ao Vosso nome e tal, são os que clamam pela execução sumária de criminosos e assaltantes que ousem levar seus bens ou cometer delitos outros, menos o de corrupção e desvio de verba. Esses ainda vão estar liberados por muito tempo.

Enfim, é isso, Senhor. Desculpeis aí o mau jeito. Presteis um pouquinho de atenção na disputa que os dois candidatos estão travando pelo Vosso apoio. E se julgares necessário intervir, por favor, não pensais duas vezes. Se o Senhor existir, claro.

***

Guia de Navegação – Dicas de sítios para você não se perder nos caminhos da Internet.

Cleyciany – Uma serva do Senhor no mundo da Internet. http://cleycianne.blogspot.com/

E para continuar abordando o assunto religião, indico aos meus leitores o melhor blogue religioso do Brasil. Cleyciany é uma menina pura e cheia de fé que faz questão de dividir com todos nós suas convicções. Acessem. Vale muito à pena.

Já vi pior: o outro Marlos Apyus

maio 12, 2011

Quando me mostraram esse vídeo na net, logo pensei que devem existir outros caras como Marlos Apyus (@apyus) e Ticiano Damore (@damoreticiano) espalhados por todo o Brasil. Confesso que me diverti muito com esse clipe artisticamente tosco produzido pelo figura gêmeo de sequela do hobbit natalense foragido em São Paulo.

Divirtam-se! E quem quiser seguir o cara no Twitter, o endereço é @javipior. Se no microblog ele for tão divertido quanto neste vídeo, valerá à pena.

Loja Virtual dos Jovens Escribas – Anúncio 01

março 15, 2011

Esta semana botamos no ar a Loja Virtual dos Jovens Escribas. Uma meta antiga nossa que Patrício Jr., juntamente com o amigo e webdesigner, Marlos Apyus, finalmente realizou. E para celebrar, divulgo aqui e agora, o primeiro anúncio criado para a divulgação do endereço. Vamos enviar por e-mail nos próximos dias. E quem quiser comemorar com a gente, apareça na próxima segunda lá no Gringo’s para participar do lançamento de Joca Reiners Terrón.

Ah, o endereço da loja é: www.jovensescribas.com.br

Passem lá!

A Arte de Giovanna e Geórgia # 2

fevereiro 15, 2011

Conforme prometido, aqui vão mais algumas fotinhas das jovens Giovanna e Geórgia, as meninas de Giovanni Sérgio.

Quem quiser conhecer mais do trabalho das meninas, acesse: http://www.flickr.com/photos/giovannaegeorgia/

A arte de Giovanna e Geórgia

fevereiro 9, 2011

Giovanna Rêgo e sua irmã mais nova, Geórgia Hackradt são duas fotógrafas que estão mandando muito em trabalhos de raro capricho e excelente qualidade. As mocinhas trazem a arte de apreender imagens e roubar almas em suas genealogias, uma vez que são filhas de Giovanni Sérgio e irmãs de Renan Rêgo.  

Pego emprestado, com a devida licença das garotas, que fique claro, alguns de seus trabalhos recentes e divulgo aqui neste sítio pessoal.

Apreciem:

Giovanna e Geórgia

 

Depois eu posto mais.

Mas quem quiser ver o trabalho completo das meninas, acessem o Flickr delas.

O delas é http://www.flickr.com/photos/giovannaegeorgia/ .

Nos blogues dos caras – Rica Perrone e Émerson Gonçalves

outubro 18, 2010

Hoje, vou indicar dois blogues do Globo Esporte ponto com.

Ambos são originários da blogosfera e acabaram sendo convidados a se hospedarem no portal justamente pela excelente qualidade do conteúdo. Desde que os li pela primeira vez, virei freguês. Nunca deixei de dar uma passadinha nas bodegas de um e de outro para conferir se tem novidades. Se vocês gostam de futebol, informação de qualidade e uma boa leitura, sugiro que façam o mesmo. Vale a pena.

 Olhar Crônico Esportivo – http://globoesporte.globo.com/platb/olharcronicoesportivo/

 

Émerson Gonçalves é especialista em marketing esportivo, em particular no que se refere ao futebol. Em seu blogue, aborda o grande negócio que se tornou o mundo da bola nos dias de hoje, explicando estratégias adotadas por clubes, confederações e organizações e$portivas em geral. Divulga informações referentes a patrocínios, valores de marcas, investimentos e retornos obtidos, analisa balanços, apontando possíveis erros ou acertos, lucros e prejuízos. Fala de valores e dá nomes aos bois, não se preocupando em poupar empresa A ou B, dirigente X ou Y, na hora de revelar cagadas cometidas com o dinheiro alheio. Os ativos e passivos de nossos times de futebol, os contratos com as televisões e a inacreditável situação de atraso gerencial que assola 90% de nossas amadoras e corruptas instituições futebolísticas são temas recorrentes neste espaço virtual.

Isso sem falar que Émerson escreve muitíssimo bem, coisa rara nesse mundo do marketing. Eu nunca havia lido um especialista em negócios (seja de que área for) se expressar com tanta clareza, objetividade e, ao mesmo tempo, com vasto vocabulário, português correto e sem anglicismos. Enfim, com domínio total do assunto ao qual se refere.

Acessem e aprendam bastante, como eu já venho fazendo há mais de 2 anos.

Blog do Rica Perrone – http://www.ricaperrone.com.br/

 

Tive contato com os textos do Rica Perrone através do Urublog, do Arthur Muhlemberg, de quem sou leitor e fã confesso, já o tendo definido como dono de um dos melhores textos de humor do Brasil. O Rica é paulistano e produz o podcast do Urublog junto com o Arthur. Em seu sítio próprio, porém, o assunto não se restringe exclusivamente ao Flamengo, expandindo-se a temas menos importantes como outros clubes, seleção brasileira e futebol tupiniquim.

Suas análises, reflexões e visões do que ocorre no mundo da bola brasilis são de uma sensatez que é muito difícil de encontrar em meio à pressa, o sensacionalismo e a touperice do jornalismo esportivo brasileiro. É muito bom poder ler alguém capaz de tecer uma linha de raciocínio coerente, embasada em situações ocorridas no passado e que se utiliza de pesquisa e apuração de informações e não apenas em boatos e certas “fontes” que poderiam muito bem ser um blogue apócrifo de veracidade duvidosa. Rica Perrone se sobressai nessa geleia geral de dados desencontrados que é o mundo virtual. Seu sítio internético evidencia um jornalista sério, apaixonado pelo seu ofício e responsável nas postagens que publica ou nos podcasts que grava. De vez em quando, derrapa, expondo também alguma contradição, como a sua recusa crônica em não reconhecer os pontos corridos como a melhor fórmula de disputa para o Brasileirão. Mas, pô! Algum defeito o cara tinha que ter, né não?

Boa leitura e ótimos acessos.

A arte de Caio Vitoriano 2

setembro 14, 2010

Já postei aqui uma vez alguns cartazes criados pelo artista gráfico Caio Vitoriano. Um dia vamos organizar uma exposição bem legal para fazer justiça ao ótimo trabalho que o filho de Vicente dona Nunes vem mostrando. Por enquanto, apreciem aqui alguns pôsteres. Quem quiser conferir mais do portfólio do rapaz, acesse http://www.flickr.com/photos/caiovitoriano

Para começar, este que anuncia o show de Camila Masiso nesta quinta no Teatro Alberto Maranhão. Todo mundo lá, hein?!

Canal Londres – Um manual para brasileiros na Europa.

agosto 3, 2010

Existe uma grande verdade sobre a internet. Ela aproxima os distantes e distancia os que estão próximos. Foi pensando na primeira dessas máximas que nasceu o Canal Londres, um portal que produz vídeos sobre brasileiros que vivem no Reino Unido e na Europa, dando dicas de viagens, orientações úteis e mostra lugares bacanas, tudo sob a perspectiva dos brasileiros no exterior.

Muitas entrevistas com artistas, personalidades e anônimos que passeiam ou vivem na Europa geram o conteúdo produzido pelo poeta e redator publicitário Silvino Ferreira Jr. e sua esposa, a inglesa Susan. Seções como “Lugares”, “Gente”, “Música” ou “Arte e Design” dividem os assuntos que podem ser encontrados.

É um endereço útil para qualquer um que viaje pelo velho continente ou que simplesmente tenha curiosidade de conhecer algumas figuras e saber mais sobre cultura geral.

Visitem o Canal Londres e indiquem para os amigos em trânsito. Os vídeos são muito interessantes e, nesses tempos de conteúdo tão pulverizado, é bom assistir produções tão bem cuidadas.

Canal Londres, esse é o canal.

www.canallondres.tv

Eu não tenho Twitter.

julho 19, 2010

Em abril de 2009, às vésperas de lançar meu último livro (Mano Celo), pedi a Marlos Apyus, meu assessor para assuntos internéticos, que elaborasse uma ação virtual para incentivar o público natalense a comparecer ao evento de lançamento e adquirisse um ou mais exemplares. Foi então que Marlos Apyus (sem combinar comigo) criou um perfil no twitter para mim no endereço www.twitter.com/@cfialho.

Dias depois, na fila do teatro, Patrício Jr., um dos autores do Jovens Escribas, elogiou uma postagem que eu havia feito naquele mesmo dia. Fiquei assustado ao tomar conhecimento de que havia alguém se passando por mim. Esclareci que não tinha perfil na rede social que estava conquistando a galerinha e pedi para alguns amigos que tinham conta no site propagar que o perfil com meu nome era falso.

Camila Groff em seu escritório de arquitetura.

Não adiantou. O perfil conquistou mais seguidores e cresceu bem mais do que o próprio perfil original de Marlos (@apyus). Depois do lançamento que, por coincidência ou não, esteve repleto de leitores e amigos, o próprio web-maker revelou-me ser o autor do meu perfil falso. Perguntou então se eu não queria assumir o papel, fornecendo-me a senha. Porém, achei melhor continuar a parceria. Eu continuaria pagando Marlos pelos seus serviços de assessoria e divulgando minhas ações literárias (os livros e eventos, além dos Jovens Escribas), os endereços na internet (coluna da Digi e blogue pessoal), além de ações cotidianas diversas que promovessem simpatia da opinião pública a ponto de conquistar alguns leitores. Concluímos ainda que, um dia, poderíamos até mesmo vender cotas de patrocínio para eventuais interessados. Por isso decidi investir no trabalho de Marlos como consultor e assessor.

Essa semana acabamos fechando os primeiros acordos comerciais. A arquiteta e blogueira Camila Groff (@camilagroff) nos contratou para divulgarmos o endereço http://camilagroff.wordpress.com, através do @cfialho. Outros dois clientes acordados foram o escritório de tratamento de imagens “Camaleão” (www.camaleaoart.com) e também o perfil no Flickr do artista visual Caio Vitoriano (http://www.flickr.com/photos/caiovitoriano/).  Ou seja, o investimento feito no Twitter começa a gerar dividendos para mim, graças ao profissionalismo e empenho do web-professional Marlos Apyus.

Marlos Apyus - Assessor altamente profissional, a despeito da baixa estatura.

Todos os dias ele me manda uma lista de assuntos que podemos abordar e alguns exemplos de tweets bem humorados, espirituosos, sagazes ou simplesmente simpáticos. Alguns links a serem indicados também geram um bom retorno de seguidores e também de retweets, me esclareceu. Daí, eu aprovo alguns, desaprovou outros e sugiro um ou outro assunto para ser abordado.

Hoje Marlos me escreveu com os assuntos do dia e dando algumas dicas para que eu potencialize ainda mais o meu perfil, conquistando mais seguidores e gerando audiência.

1 – Provocar uma disputa com alguma personalidade da cidade que também tenha perfil no site. Esse expediente é muito usado entre intelectuais que tenham colunas no jornal para se agredirem mutuamente, garantindo que os nomes de ambos permaneçam em evidência.

2 – Falar sobre assuntos relevantes e que estejam em voga. De vez em quando, dizer alguma frase de efeito a respeito de um tema pra passar uma imagem de rapaz espertinho.

3 – Indicar links que possam interessar às pessoas e gerar Retweets.

4 – Retuitar postagens interessantes ou que a média da população julgue interessante.

5 – Recomendar que os tuiteiros sigam alguns perfis, especialmente se estes forem de pessoas famosinhas e descoladas.

Acabo de responder o e-mail de Apyus, autorizando as ações. Espero que elas rendam mais audiência para o meu perfil e, consequentemente, favoreçam os anunciantes que tem surgido. Além, é claro, de atrair novos interessados em anunciar no meu perfil que, como já deixei claro aqui, não é alimentado por mim. E sim por Marlos Apyus, jornalista, músico, webdesigner e meu redator de tweets. Porque eu mesmo nunca nem acessei o site www.twitter.com.

Carlos Fialho

Nos Blogues dos Caras – Bortolotto e Sérgio Vilar

janeiro 21, 2010

Esta semana quero fazer a indicação de 2 blogues que tiveram postagens muito legais esta semana. O primeiro deles foi o “Atire no Dramaturgo” do Mário Bortolotto. Na postagem “O Jornalismo Mauricinho“, de 16 de janeiro, ele conta como a Folha de São Paulo tenta manchar sua imagem por ele não ter concedido uma entrevista exclusiva. O texto é sensacional e carregado de emoção, de raiva, de sentimento de injustiça do artista ante o poder do veículo que tenta demoralizá-lo. Vale conferir.

Antes que alguém pense que o título do blogue é alguma brincadeira autodepreciativa de humor negro, apresso em dizer que o espaço sempre teve este nome. Numa postagem anterior, “Esclarecendo“, publicada em 5 de janeiro, Bortolotto explica a casualidade.

A outra dica que dou aos senhores é “O Diário do Tempo“, ótimo blogue de jornalismo cultural mantido por Sérgio Vilar. Na postagem de ontem, o talentoso repórter publicou um texto primoroso e bastante tocante sobre o rabequeiro Zé André que faleceu no último sábado.

Os atalhos de acesso seguem logo abaixo:

Atire no Dramaturgo – Mário Bortolotto

Diário do Tempo – Sérgio Vilar

E a partir de agora, estes dois blogues estarão entre os indicados ali do lado direito.

Nos blogues dos caras – André Laurentino

janeiro 13, 2010

André Laurentino

Hoje eu gostaria de indicar para vocês um blogue de um cronista que eu curto muito, muitíssimo mesmo. Seu nome é André Laurentino, olindense radicado em São Paulo e que escreve quinzenalmente para o Guia do Estadão. André é romancista, autor do premiado livro “A paixão de Amâncio Amaro” (2006, editora Agir) e um dos publicitários mais brilhantes e premiados do Brasil. É criação dele, por exemplo, uma campanha da Nokia que considero simplesmente genial e da qual vocês podem clicar logo abixo e assistir um dos comerciais.

Em todo caso, esta postagem serve para divulgar o sítio onde o Laurentino, que na juventude pernambucana teve como colegas a escritora Adriana Falcão, o diretor e roteirista João Falcão e como chefe o ilustríssimo Jairo Lima do Papo Furado. Chama-se “Cadernos de Vidro” e é constantemente atualizado com suas maravilhosas crônicas. Lembrei dele porque esta semana acessei o endereço e simplesmente não consegui parar de ler um texto após o outro por um bom tempo. As últimas 5 postagens (a saber: “Conversa pequena”, “Paciente”, “Futebol (sic)”, “Metas” e “Vai dar certo”) são antológicas e versam sobre temas dos mais diversos como os 10 anos do Bug do milênio e os dissabores de ser um torcedor do Náutico Capibaribe.

O endereço segue aqui ao lado —> http://andrelaurentino.blogspot.com/ e também estará indicado lá do lado direito, junto com outros blogues que acesso com frequência.

Atualizações

janeiro 7, 2010

Como passei muitos dias sem atualizar, vou descontar esta semana e postar mais 3 colunas da Digi na sequência. Aproveito esta breve atualização para indicar um sítio de internet muito bom, chamado “Rio Grande Melhor em Tudo”  (http://riograndemelhoremtudo.com/) no qual um gaúcho muito bem humorado fala com ironia da tendência ao ufanismo de seus conterrâneos. Vale a pena acessar. Outros endereços que trazem novidade nesta volta de feriado são os espaços virtuais de Pablo Capistrano, com duas excelentes crônicas: www.pablocapistrano.com.br e http://colunas.digi.com.br/pablo/a-invencao-da-africa/.

Recomendo fortemente!

Carlão de Souza e o prazer de ler

novembro 30, 2009

Jovens, navegando outro dia pelo Substantivo Plural do Tácito Costa, cliquei na coluna de Carlos de Souza, conhecido pelos amigos como Carlão. Lendo algumas de suas postagens me deparei com um belíssimo texto sobre o prazer e, sobretudo, a importância da leitura. Fiquei tão encantado que pedi permissão a Tácito e ao próprio Carlão para reproduzi-lo na íntegra aqui nO Fiasco, citando obviamente a fonte e dando-lhes todo o crédito. Permissão concedida, divido o texto com vocês.

***

Por Carlos de Souza

20 de outubro de 2009

Depois que li o texto de Vargas LLosa, enviado por Tácito, sobre a importância do romance, fiquei pensando. Outro dia fui convidado a sentar numa mesa de jovens recém-contratados por uma grande empresa. Eles festejavam a vitória recente e queriam que eu compartilhasse com eles. Ocorre que, passados mais ou menos uns trinta minutos, eles continuavam falando no ambiente de trabalho e apenas nisso. Deixei o tempo passar e esperei que o assunto descambasse para algum filme recentemente assistido, algum romance recentemente lido, alguma obra de arte recentemente apreciada. Mas nada. Ficaram ali se deliciando com os acontecimentos do cotidiano corporativo como se extraíssem daquilo um grande prazer. Pedi licença e fui para outra mesa.

Depois disso tenho notado que somente nas mesas em que convivem pessoas que gostam de ler é possível se estabelecer uma boa conversa com rico repertório. Fora disso, é uma aridez acabrunhante. Pessoas que não lêem são incapazes de sustentar uma boa conversa. Quando chegam às raias do desespero, lançam mão de uma enxurrada de piadas que mais constrangem que diverte quem é obrigado a ouvir e polidamente sorrir. Vargas LLosa tem razão ao dizer que o mundo sem o romance cai direto na barbárie. Não tenho a menor dúvida disso.

Arrisco até a dizer que quem fica viciado em leitura dificilmente a substitui por alguma droga fuleira como a cocaína ou o crack. Acho que os problemas das drogas poderiam ser resolvidos com um simples livro. Quem lê muito não abre mão deste prazer por paraísos artificiais por muito tempo. Ler é sempre melhor. O melhor ópio que existe. Melhor que religião. Melhor que álcool. Um pouco menos que sexo. Um pouco menos que música.

No dia em que fui convidado para falar de literatura no programa Grandes Temas, da TV Universitária, eu disse que escrever era inútil, mas ler não. Meus parceiros arregalaram os olhos e disseram, mas como? Eu queria dizer que não é necessário escrever mais nada. Basta ler os clássicos. Mas era só uma provocação.  Claro que uma estória sempre pode ser recontada de outra maneira, ad infinitum. Não, o romance não morreu. A cada dia descubro novos e novos autores que justificam o fato de eu continuar vivendo e gostando muito dessa loucura toda.

Então, já que gosto tanto de ler, eu mesmo me arrisco a escrever livros irrelevantes que ninguém quer ler. Mas continuo fazendo deste ofício o motivo de minha existência. Porque escrever é como amar e “ninguém pode viver sem amar”, como diz aquele mexicano no filme À Sombra do Vulcão, de John Huston, baseado no livro de Malcom Lowry. Livro que foi reescrito até a exaustão, porque Lowry não suportava a idéia de estar plagiando alguém. Como se fosse possível ser original depois dos gregos.

Li na coluna de Ailton Medeiros o texto de uma pessoa que não encontrava mais prazer em ler. Fiquei triste por ela. Queria que essa pessoa redescobrisse o prazer de ler alguns clássicos da literatura, Cervantes, Kafka, Dostoievski… Shakespeare. Talvez assim ela redescobrisse o caminho dos novos autores que estão fazendo releituras magníficas destes mesmos clássicos. Moacy Scliar recontando a estória de Tamar ou Saramago recontando a estória de Caim. Essa pessoa pode até mesmo ler a Bíblia, não para procurar conforto espiritual, mas para buscar textos literário de altíssima qualidade como esses citados acima.

Para finalizar, gostaria de recomendar o filme O Leitor, de Stepehn Daldry. A cena em que ela pede ao menino, “leia Guerra e Paz, kid” é a síntese de tudo que eu queria dizer aqui.

Ler é a grande aventura da humanidade.

Apontamentos Desconexos # 4

novembro 9, 2009

CLOTILDE TAVARES É NO “UMAS E OUTRAS”

Na lista que fiz semana passada com Blogues que trazem boas referâncias e leituras, faltaral alguns bem interessantes. O primeiro deles da escritora injustiçada pela Capitania das Artes, Clotilde Tavares, que sempre nos brinda com belas crônicas no seu blogue pessoal, o “Umas&Outras”: http://clotildetavares.wordpress.com

 

PAULO COSTA E SUAS PERNAMBUCANIDADES

E por falar em Clotilde Tavares, permitam-me apresentar o escritor, publicitário e amigo pernambucano Paulo Costa que já trabalhou com o filho de Clotilde, o genial Rômulo Tavares, e mantém alguns sítios internéticos muito legais.

Na loja virtual www.quitandacultura.com.br  é possível encontrar produtos de excelente culturais a venda. Uma bela iniciativa.
No blogue Comunicausos (www.comunicausos.blogspot.com) ele fala de boas ideias e novidades da comunicação, especialmente da publicidade.

Já no endereço www.baladaserpente.blogspot.com, vocês podem encontrar a versão virtual do seu livro “Balada para uma serpente”, policial noir ambientado na cena mangue pernambucana, publicado pela editora Bagaço, em 2001.

 

CÉSAR REVORÊDO

Deixa ver se eu entendi: César Revorêdo foi exonerado por ser honesto demais? É isso? Tô quase pedindo asilo político a Tibau do Sul. Minha Nossa Senhora da Terra Arrasada!

 

HISTÓRIAS DE UMA NATAL ASSOMBRADA

Atualizei a coluna da Digi com uma crônica da qual gostei muito. Quem quiser conferir e comentar, está convidado: http://colunas.digi.com.br/carlos/historias-de-uma-natal-assombrada/

 

LADO R – O CAMINHO ESTÁ EM INICIATIVAS INDEPENDENTES

Os zines impressos “Errado”, produzidos pela turma do “Lado R” estão irretocáveis. Parabéns pela turma comandada por Leandro e Dimétrius. O Texto sobre o trabalho de Buca Dandas está primoroso e o texto “É todo um processo.”, é copa do mundo!

 

FESTIVAL DOSOL

E se acabou mais uma edição do Festival Dosol. Infelizmente, não pude estar presente desta vez, mas fiz uma crônica da Digi falando bem do Foca e os comentários dos leitores renderam um bom, er, digamos, “diálogo” com os

http://colunas.digi.com.br/carlos/realizadores-anderson-foca/

 

40 CRÔNICAS E 5 CONTOS

Concluídos 45 textos no exílio. Esta semana termino 2 contos bem divertidos ambientados em Natal.

 

LIVRO DE CONTOS

O livro “Cantos das Cidades” chega essa semana na metade do caminho. Dos 36 textos previstos, 18 estarão concluídos. Com o texto “Falta de Sol”, passado em Olinda e escrito em parceria com o escritor pernambucano Paulo Costa.

 

ALGUÉM DE MACEIÓ?

E estou trabalhando em um conto novo para esse mesmo livro que se passa em Maceió. Alguém conhece algum escritor ou jornalista ou qualquer pessoa que goste de escrever e queira participar de uma parceria criativa comigo? Fico no aguardo.

 

Guia de Navegação – Nos Blogues dos Caras ESPECIAL

novembro 3, 2009

A internet com todo esse espírito democrático acaba se tornando um pouco terra de ninguém, não é mesmo? É como aquela canção dos Tribalistas: “não sou de ninguém, eu sou de todo mundo e todo mundo me tem”. Uma coisa meio “cu de bêbado não tem dono”, concordam? Mas, para colocar ordem na bagunça, resolvi escrever este post. São dicas da hora pra você só navegar com segurança, por sítios e blogues com selo de qualidade aferido pelos leitores e atestado pelos autores dos mesmos. Gente do gabarito de Tácito Costa, Pablo Capistrano, Caio Vitoriano, Moacy Cirne e por aí vai. A lista é longa. Então, sejam prudentes a partir de agora ao manejar o timão nas traiçoeiras marés vituais. Utilizem esta carta náutica, boas viagens e ótimos acessos!

1 – Querido Bunker – http://queridobunker.wordpress.com/

Tenho repetido sempre pra vocês que Márcio Nazianzeno é uma das minhas maiores influências literárias. Não só por gostar do que o jovem escreve, mas também por que sua fértil imaginação sempre me dá novas ideias para contos e crônicas em conversas despretensiosas em mesas de bares ou de cafés. Márcio também é afeito a leituras exóticas, estranhas e alternativas e, em razão disso, vez por outra indica um livro qualquer, de um autor novo, pouco conhecido no Brasil, e quando me ponho a ler, TOME A SIPUADA! Cousa boua! Da melhor qualidade. Conheci muitos autores incríveis assim nos últimos 5 anos: por indicação de Márcio. Por isso, recomendo o seu blogue, para que vocês possam também travar conhecimento com as dicas essenciais deste garoto de vasta cultura e glândulas sudoríparas proeminentes nas palmas das mãos.

 

2 – Caio Vitoriano – www.flickr.com/photos/caiovitoriano/

Um dos melhores (senão o melhor) artistas gráficos do RN. Caio Vitoriano é o talento herdado no DNA. Filho do artista plástico Vicente Vitoriano, Caio trabalha como diretor de arte numa agência de propaganda. Nas horas vagas, produz cartazes para clientes como o Centro Cultural Dosol, Galpão 29, e-sessions e Sgt Peppers. Também faz encartes para CDs, direção de arte de revistas e muito mais. O seu trabalho encantador pode ser visuzlizado nesta página/portfólio. Confiram e segurem o queixo!

 

3 – Chico Guedes – http://hungaromania.wordpress.com/

Numa tarde de sábado da Limbo, antiga/moderna livraria de Petrópolis, conheci o professor de línguas Chico Guedes. Naquela semana, havia falecido o jogador húngaro Puskas e Guedes era apaixonado pela Hungria, havia morado lá vários anos e se tornara tradutor de húngaro. Inclusive, iniciava uma pesquisa a respeito de jovens escritores magiares para poder traduzi-los ao português. Daí a uma possível publicação da ideia maluca de Chico pelos Jovens Escribas foi um pulo. Hoje, algum tempo depois, a coisa começa a virar realidade. Chico finaliza as últimas traduções, o livro vai para revisão de português muito em breve e, em seguida, receberá uma direção de arte caprichada. Ano que vem (a previsão inicial é abril) sai a obra organizada por ele dentro do projeto JE 2010. Aqui neste endereço vocês podem saciar um pouco a curiosidade sobre as literaturas húngaras pesquisadas por Chico.

 

 4 – Patrício Jr – www.pariciojr.com.br

 O portal de Patrício Jr. tem um pouco de tudo. Crônicas, podcasts, textos de colaboradores, novidades culturais, agendas. Vale a pena passar por lá de vez em quando e confererir seu conteúdo.

 

 5 – Internetcidade – http://internetcidade.wordpress.com

 Paulo Celestino é um dos jornalistas mais atuantes que já passou pelos corredores do setor V da UFRN. Um dos criadores do histórico fanzine “AZ Revista”, vive há muitos anos em São Paulo onde ensina comunicação numa faculdade paulista e trabalha numa empresa de assessoria de imprensa. Quando lhe sobra tempo, realiza entrevistas para o seu blogue, com atualizações mensais. Nas postagens, faz uma relação dos seus entrevistados com as suas cidades, os lugares onde vivem. Entre os já consultados por Paulo estão o carioca Marcelo Moutinho e os potiguares Nei Leandro de Castro, Emanuelle Albuquerque e Pablo Capistrano.

 

 6 – RevistaCatorze – www.revistacatorze.com.br

 Tudo o que eu poderia dizer sobre a revista Catorze já o fiz em formato de crônica da série “Realizadores”. É uma revista virtual que põe em prática jornalismo cultural de qualidade, como a gente pena pra ver nos jornais locais. Com imaginação e criatividade, os garotos e garotas vão produzindo entrevistas, matérias, resenhas, coberturas de eventos (MADA, Flipipa, Feira do Livro do Seridó) e as ótimas reportagens em quadrinhos que muito lembram os livros do Joe Sacco. Vale a pena passar por lá sempre!

 

7 – Fabrício Cavalcante – http://fabriciocavalcante.blogspot.com/

 Um manipulador de imagens para a publicidade. A qualidade do trabalho de Fabrício é impressionante. Tanto que apenas agências em Natal que realmente prezam pela qualidade como Comitê Criativo e Art&C recorrem aos seus préstimos. A maioria dos clientes do profissional está fora do território potiguar como em Recife, Rio de Janeiro e até fora do Brasil.

 

 8 – Antonio Prata – http://blog.estadao.com.br/blog/antonioprata/

 Um dos melhores cronistas do Brasil na atualidade. Seus textos são divertidíssimos, hilários, de morrer de rir. Para espairecer, não há nada melhor que acessar sua página. Mas cuidao para não ficarem viciados.

 

 9 – Dosol – www.dosol.com.br

 O coronel ânderson Foca comanda com rigor militar as ações do complexo Dosol. É um centro cultural, estúdio de gravação, selo/gravadora, rock bar, festival de rock, portal de internet e muito mais. No endereço acima, vocês poderão conhecer novidades do cenário rock, ouvir e conhecer novas bandas do Brasil e do mundo. Tem a TV Dosol com vídeos, entrevistas, conteúdo. O portal conta ainda com a colaboração de vários jornalistas dos 4 cantos do país. É O ROCK!

 

10 – Substantivo Plural – www.substantivoplural.com.br

Um fórum de discussão permanente sobre a cultura e intelectualidade potiguar, sempre aberto a novas contribuições. Quer saber o que as cabeças pensantes da terrinha opinam? Passa no Substantivo do Tácito. Todo dia tem muitas novidades. Atualização constante a todos os momentos.

 

11 – Moacy Cirne – http://balaiovermelho.blogspot.com/

Moacy Cirne é escritor, dramaturgo, poeta, zineiro, especialista em cinema, especialista em quadrinhos, professor universitário, respeitado em todo o Brasil, autoridade em vários assuntos. Deste blogueiro, conta com respeito e admiração. Um dos pioneiros na internet, quando migrou seu Balaio Porreta do impresso para os e-mails e depois para o blogspot, Moacy sempre se mostrou a frente do seu tempo. Mas como dizia Campos de Carvalho: “Não sou eu que ando fora de tempo. É o tempo.”

 

12 – Kripterion – http://www.kriterion.zlg.br/

No blogue do Jairo Lima não tem papo furado. A regra é bem simples: acesse e esteja pronto para boas leituras!

 

13 – Pablo Capistrano – www.pablocapistrano.com.br ou http://colunas.digi.com.br/author/pablo/

No post anterior eu já defini Pablo como uma das mentes mais brilhantes que atuam no cenário intelectual natalense. Esses dois endereços acima servem para que o internauta possa ler suas crônicas. O primeiro é de sua página pessoal onde há informações completas sobre os livros do autor, muitas crônicas armazenadas e dados diversos. A segunda é da sua coluna na Diginet, com textos atualizados semanalmente (ou quase) a respeito de temas que misturam erudição com cultura pop, filosofia com cotidiano, alta literatura com o nosso dia-a-dia. Aproveitem!

 

14 – Lívio Oliveira – http://oteoremadafeira.blogspot.com/

Um blogue com as impressões sobre cultura do grande entusiasta e poeta Lívio Oliveira.

 

15 – Lado R – http://ladorsemcolchetes.blogspot.com/

Ao lado dos garotos da “Revista Catorze” e do blogue “O Inimigo”, o coletivo “Lado R” manda ver na cobertura cultural, divulgando o que de melhor se produz no rock, no cinema, e na contracultura de uma forma geral. Eles mantém o blogue acima e o zine impresso “ERRADO” que será distribuído nas duas noites do Festival Dosol 2009.

 

16 – Cleyciany – http://cleycianne.blogspot.com/

Henrique Neto deu a dica e eu fiquei estupefacto. Trata-se do melhor blogue sobre religião que já acessei. Talvez seja a coisa mais linda que li na internet desde a crônica emocionada que Crístian de Saboia escreveu quando sua poodle Maria do Socorro perdeu a virgindade. Acessem e digam amém!

 

17 – Minus Garfield – http://garfieldminusgarfield.net/

Um dos blogues mais geniais da internet mundial nasceu de uma ideia simples. “E se tirássemos Garfield das tirinhas do Garfield?” O resultado são situações inusitadas, aborrecidas e engraçadíssimas em que o dono do gato, John convive com a solidão, a depressão e um vazio existencial insuportável. Sensacional!

 

18 – Malvados – www.malvados.com.br

Sou fã entusiasmado do trabalho de André Dahmer. A mente criativa, diabólica e maravilhosa deste sequelado cartunista já me fez rir muitas vezes. Que sua mente continue fértil e nos trazendo tirinhas insanas e axiomas subversivos. Afinal, somos todos malvados!

 

19 – Daniel Sour – http://www.disfuntorerectil.blogspot.com/

O escritor, desenhista, músico e filósofo mossoroense Daniel Sour é um dos autores que (um dia) vamos lançar pela editora Jovens Escribas. Um pouco do seu trabalho, escritos, ilustrações e humor non-sense podem ser vistos neste blogue pessoal cheio de boas referências.

 

20 – O Inimigo – http://www.oinimigo.com/blog/

Com a indicação do sítio de “O INIMIGO”, página cultural dos jornalistas Hugo Morais e Alexis Peixoto fecho a lista da santíssima trindade de cultura jovem natalense. São eles: “Revista Catorze”, “Lado R” e “O Inimigo”.

 

Aproveito para fechar também a lista e espero que essa lista seja útil para que você navegue com segurança, bom conteúdo, informação de qualidade e, claro, diversão garantida.